Pregador Luo e as canções para lutadores de MMA

Em entrevista ao portal UOL, o rapper Pregador Luo falou sobre como aconteceu as composições em homenagem a lutadores de MMA e também confessou estar chateado pelo veto da UFC que proibiu os lutadores de entrar no octógono com suas próprias canções.

O cantor evangélico conta que escreveu a canção para Vitor Belfort entre 2003 e 2004 e que depois passou a receber o convite para escrever para outros lutadores. Hoje na lista de atletas que tiveram suas vidas retratadas em uma canção é grande, tendo além de Belfort, Pedro Rizzo, Lyoto Machida, Wanderlei Silva e outros.

Em 2008 Luo lançou o CD “Música de Guerra – 1ª Missão” um trabalho que alcançou a marca de mais de 100 cópias vendidas, mas que não teve continuação por causa do veto da UFC.

“Hoje o UFC alavancou o esporte, o que é louvável. Mas algumas atitudes são equivocadas. Na época do Pride, o (Maurício) Shogun e o Gesias (Cavalcante) entraram com as músicas deles. Mas lá com o UFC, mesmo sem serem as canções pessoais, eu já tive de abrir mão de direitos autorais para eles usarem as músicas“, disse.

Pregador Luo, um dos cantores de rap gospel mais conhecidos do país, garante que não fez as músicas para lutar com o MMA, até porque em 2008 o esporte não tinha a projeção que tem atualmente. “Fiz para que eles [atletas] pudessem se motivar e eu contribuísse na vitória deles”.

Fonte: Gospel Prime



Fale conosco - contato@palavradepaz.com.br - Tel : 0300-788-7898
Palavra de Paz -Todos os direitos reservados